Existe fórmula mágica para o aprendizado?

A pirâmide do norte-americano William Glasser te explica mais sobre o processo de aprendizagem.

Você deve estar se perguntando que fórmula mágica é essa. Bem, se é mágica ou não vai depender do seu ponto de vista, mas é certo que isso vai ajudar a agilizar o seu processo de aprendizagem! Depende apenas das suas escolhas e estratégias. 

Trocando em miúdos, Glasser criou uma pirâmide que mostra os caminhos do aprendizado. 

Como pode ver na figura, durante o estudo que foi recebido de forma passiva (leitura, áudio ou apenas observação) foi possível assimilar de 10% a 30%. E, quando o processo passa a ser ativo, essa porcentagem sobe para a faixa de 70% a 95%.

Pense um pouco no seu processo de aprendizado dos idiomas: qual dessas escolhas você faz? 

Como fazer estudo ativo para idiomas?

Apenas para deixar claro, não estamos falando que escolas e/ou aulas de línguas não sejam válidos ou importantes. Mas, se você quer aprender uma nova língua, por que não incrementar ainda mais esse processo?

Algumas ideias para tornar seu estudo mais ativo são:

– Ensinar para amigos ou família;

– Criar uma social media sobre seu aprendizado

– Ensinar para si mesmo;

– Filmar você falando e depois assistir, de forma com que você se avalie; 

– Grupos de estudos;

– Parceiro (a) de língua; 

– Escutar e acompanhar áudios com transcrições;

– Escutar um nativo e imitá-lo;

– Fazer ditados para treinar o listening e o writing (in the same time!)

– E, claro, participar de encontros de línguas. 

Sobre a sugestão dos encontros de línguas, nós do Clube Poliglota do Brasil ficamos muito felizes em poder te ajudar, facilitando com que pessoas conversem, coloquem em prática e aprendam uns com os outros. Afinal, um dos nossos propósitos é esse: conectar pessoas que queiram ser fluentes em um ou mais idiomas.

Um desafio pode rolar por aqui: desafie-se a testar essas estratégias por um mês! Depois venha aqui, nesse post comentar como foi o seu processo!

  • Texto revisado por Ágatha Franco

Sobre o Autor

2 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *